contador de visitas para blog
Loading...

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

O candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves, disse nesta quarta-feira (27) que "respeita muito" sua adversária Marina Silva (PSB), mas que ele e sua equipe estão "muito mais preparados" para governar o país. Questionado durante sabatina  ao jornal "Estado de S. Paulo" se tinha medo da ex-senadora, respondeu:
"De forma alguma, eu tenho enorme respeito pela Marina Silva, o que tenho é grande confiança no nosso projeto", acrescentando que a presença dela na disputa, assim como foi a do Eduardo [Campos], é muito importante".
Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (26) mostra que Aécio está em terceiro lugar nas intenções de voto, com 19%. Dilma Rousseff (PT) está com 34% e Marina Silva (PSB), 29%.
Ao responder à pergunta sobre medo de Marina, o tucano lembrou que o PSDB atuou para "impedir a manobra" que o PT tentou fazer no Congresso Nacional a fim de "impedir pela força da sua maioria a criação do partido da Marina". Ele se referia à Rede Sustentabilidade – que teve o registro negado pela Justiça Eleitoral por falta do mínimo de assinaturas.
"Essa não é uma atitude de quem teme a Marina. Respeito muito a Marina, mas acho que estamos muito mais preparados para os desafios que vamos viver", disse Aécio.
O tucano disse que Marina Silva ainda não apresentou suas "ideias" e argumentou que o PSDB é a "oposição coerente" do país. "Nós somos a oposição no Brasil, e não essa situação circunstancial", disse em referência à candidata do PSB.
"Não mudamos de lado, temos um projeto para o Brasil que executamos quando éramos governo e que agora queremos resgatar", afirmou. Marina Silva era militante do PT e foi ministra do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante cinco anos antes de filiar-se ao PV, em 2008, para depois concorrer à Presidência pela primeira vez, em 2010.

Economia
Aécio disse que a presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição, não "consegue dizer para que caminho pretende levar o Brasil" no campo econômico. Ele disse que, ao antecipar o nome de Armínio Fraga como seu futuro ministro da Fazenda, quer mostrar como o PSDB vai "trazer os empregos de volta e como vai fazer o país voltar a crescer".
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook