contador de visitas para blog
Loading...

sexta-feira, 17 de outubro de 2014


O duríssimo debate protagonizado nesta quinta-feira pela presidente-candidata Dilma Rousseff (PT) e o candidato do PSDB ao Planalto, Aécio Neves, deu o tom das propagandas de ambos no rádio nesta sexta - e o clima de agressividade seguiu em alta. Para os locutores do programa petista, Dilma "não deixou pergunta sem resposta". Já os tucanos afirmaram que a presidente prioriza os ataques pessoais, lembraram a 'demissão antecipada' do ministro da Fazenda, Guido Mantega, e citaram o ex-chefe da Casa Civil José Dirceu.
Em um programa temático sobre a classe média, a campanha petista apostou na comparação entre os governos do PT e de Fernando Henrique Cardoso. Um jingle dizia "deu no jornal no tempo dos tucanos, se você não se lembra a gente vai te lembrando". Algumas das manchetes apresentadas foram: "Salário mínimo já não compra mais a cesta básica" e "Brasil é o segundo do mundo em desemprego". Antes de mostrar trechos do debate no SBT, a campanha de Dilma colocou no ar um depoimento do compositor Chico Buarque. Nele, Chico diz que em 2010 tinha votado em Dilma "muito por causa do Lula", mas que agora votava em Dilma "por causa da Dilma".
Sobre o debate, o locutor destacou respostas de Dilma. Em um dos trechos apresentados, a presidente dizia que, ao contrário do que ocorria no passado, "quando governo de elite só via a elite", seu governo olhava para todo o povo. Nada sobre o episódio em que a presidente,desorientada, interrompeu uma entrevista foi citado.
Tucanos - Ao som de uma música que dizia "Você mente demais", o PSDB abriu seu horário no ataque ao PT. "Se for listar cada mentira que eles contam a gente não acaba hoje", disse um locutor. O partido e a campanha de Dilma foram acusados de mentir ao dizer que o PSDB quebrou o Brasil três vezes, que os tucanos não investiram no social, que Aécio votou contra o salário mínimo e que Minas não paga o piso salarial para os professores. Houve mais uma vez a exaltação da gestão de Aécio em Minas Gerais. "O Giovane da seleção de vôlei também estava lá (em Minas) e viu isso tudo (que o Aécio fez)", disse o locutor ao apresentar um depoimento do ex-atleta Giovane Gávio, candidato a deputado pelo PSDB-MG.
No final do programa, em mais uma participação do "comentarista político" chamado de César Reis, houve uma análise do debate. César Reis reclamou que Dilma preferia os ataques pessoais à discussão sobre o futuro do Brasil. Ao comentar a demissão de Guido Mantega, afirmou: "A presidente Dilma não diz quem vai assumir a Fazenda. Aliás, li que o ex-ministro Zé Dirceu está saindo da cadeia. Vai ver ela está esperando ele para assumir".
(Com Estadão Conteúdo)
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook