contador de visitas para blog
Loading...

domingo, 23 de março de 2014

Atualizada às 15h58. Um jovem de 27 anos foi morto durante uma tentativa de assalto na avenida Odilom Guimarães, na Messejana. O crime ocorreu por volta das 3h30, quando a vítima e mais quatro jovens voltavam de um luau no Aquiraz. Raphael Lopes estava no banco de trás do veículo, um Palio Cinza e foi atingido com dois disparos, sendo um deraspão na axila e outro que teria atingido o peito. O rapaz ainda foi socorrido pelos amigos ao hospital Frotinha de Messejana, mas não resistiu aos ferimentos.
A reportagem conversou com os envolvidos no acidente que não quiseram se identificar com medo de represálias do tráfico que atua na área. O pai do jovem que conduzia o veículo informou que o filho está em estado de choque. "Meu filho dirigia o carro com a namorada do lado. O Rafael e mais duas amigas estavam atrás. Ele viu algumas pedras na via e uns homens na pista. Ainda pensou que fosse uma blitz e diminuiu a velocidade. Mas chegando perto ele percebeu que os homens estavam com armas apontadas" explicou o pai.
O estudante de Engenharia que conduzia o carro, explicou ao pai que acelerou quando notou que se tratava de um assalto. Os bandidos atiraram oito vezes contra o veículo, que ainda está com as marcas de tiro. "Nós ficamos sabendo que, horas antes, teve outro crime lá. O homem ia pra casa, mas tentaram assaltar e ele foi baleado. Estava no hospital de Messejana. Atingiu os rins", ressaltou o pai do universitário.
Moradores reclamam da falta de segurança
Segundo o morador de um condomínio da Avenida Odilom Gimarães (identidade preservada), os assaltos ocorrem todos os dias. Os moradores dos prédios assistem todas ações das varandas. "Eu tenho medo de sair a noite. Estou tremendo com essa história do assalto. A gente nem pode filmar, pois aqui é área de tráfico. A gente tem medo de represália", lamentou o homem.

Inquérito já foi instaurado
O diretor adjunto da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Ricardo Romagnholi, afirmou que já foi informado sobre o caso e está decidindo junto com o diretor  Luiz Carlos Dantas quem será responsável pela investigação do caso, se a DHPP ou o Distrito Policial da região. Ricardo também confirmou que o inquérito para apurar o caso já foi instaurado. 

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook