contador de visitas para blog
Loading...

domingo, 5 de outubro de 2014


Numa disputa acirrada, Luiz Fernando Pezão, do PMDB, e Marcelo Crivella, do PRB, disputarão o segundo turno da eleição para o governo do Estado do Rio. Com 99,72% das urnas apuradas, Pezão, governador candidato à reeleição, ficou com 40,59% votos, enquanto o senador Crivella obteve 20,25% votos. Anthony Garotinho (PR), terceiro colocado, obteve 19,72%. O resultado apenas foi confirmado com mais de 99% das urnas apuradas.

Pezão foi prefeito de Piraí, sua terá natal no Sul fluminense por dois mandatos. Foi secretário de Governo na administração da governadora Rosinha Garotinho (2003 a 2007), e foi eleito por duas vezes vice-governador do Rio (em 2006 e 2010), na chapa do ex-governador Sérgio Cabral. Além de vice-governador, Pezão era também secretário de Obras do estado.

Já Crivella ingressou na carreira política em 2002: foi eleito senador do Rio de Janeiro em sua primeira disputa, com mais de 3,3 milhões de votos. No Congresso Nacional, foi vice-líder do governo Lula e líder da bancada do Partido Liberal (PL). Em setembro de 2005 fundou com o então vice-presidente da República, José Alencar, o Partido Republicano Brasileiro (PRB). Crivella foi reeleito senador em 2010.

Propostas

Entre as propostas do programa de governo de Pezão estão expandir o programa "Dupla Escola" a 75 colégios do estado, implantando ensino integral com conteúdo conectado ao mercado de trabalho; contratar 6 mil médicos para resolver o problema da falta de profissionais nas UPAs de todas as regiões do estado; construir 1.535 casas e levar serviço público às comunidades da Rocinha, Jacarezinho, Mangueira e Complexo do Lins e da Tijuca; levar o metrô até Méier e Madureira, implantar a Linha 3 para São Gonçalo e construir sete BRTs em São Gonçalo e na Baixada Fluminense.

Crivella tem entre suas propostas implantar o horário integral em escolas de ensino médio e a TV Enem com interação por internet; reduzir a evasão escolar na transição do ensino fundamental para o médio; reduzir em 30% o tempo dos deslocamentos na Região Metropolitana, mobilizar recursos de infraestrutura de transportes e integrar modais; fazer convênios com a iniciativa privada e o governo federal para 12 mil pacientes que esperam cirurgia, reabrir hospitais e reverter a privatização da saúde; expandir o programa “Cimento Social” e transformar moradias indignas em habitações, além de fazer parceria com governo federal para ampliar o “Minha Casa, Minha Vida".

Campanha

O candidato à reeleição fez inúmeras promessas para a Baixada Fluminense do estado durante a campanha eleitoral. Além de prometer acabar o problema de falta d´água, Pezão garantiu que pavimentará todas as ruas da região através do programa Bairro Novo, e investirá em Clínicas da Família. O peemedebista também se comprometeu a ampliar o programa de concessão de microcrédito nas favelas e em comunidades em vias de pacificação, a triplicar os centros educacionais tecnológicos do estado e a ampliar o número de comunidades com Unidades de Polícia Pacificadora no estado com a contratação de mais 11 mil policiais militares.

Durante a campanha eleitoral, o candidato Crivella se comprometeu a rever a concessão do Maracanã, com objetivo de baratear os ingressos, e quadruplicar o número de passageiros transportados por dia no sistema ferroviário do estado, através da ampliação da malha. Além de manter o projeto de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), Crivella prometeu melhorar o patrulhamento de regiões como o Centro da cidade, com a criação de batalhões de motociclistas.

Fonte: G1 Rio
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook