contador de visitas para blog
Loading...

domingo, 12 de outubro de 2014


A disputa do segundo turno nas eleições para governador do Ceará e presidente da República tem pautado a maioria dos discursos dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa nesta semana. Durante a sessão de ontem, o deputado Ely Aguiar (PSDC) voltou a fazer críticas ao PT, acusando o partido de ser um dos mais corruptos do País. Coube aos petistas presentes fazer a defesa da legenda, atacando a postura do parlamentar.

Ely Aguiar ainda insinuou que o dinheiro dos desvios serve para financiar campanhas de candidatos a governador do PT, defendendo que os eleitores não votem em políticos da sigla. "Não podemos aceitar isso. Lá em São Paulo, o povo deu a resposta e o (ex) ministro da Saúde (Alexandre Padilha) desceu ladeira e desceu bonito", ironizou o parlamentar, referindo-se à candidatura do petista ao Governo de São Paulo. "Como é que a pessoa tem coragem de sair de casa para votar no PT, pelo amor de Deus? As pessoas íntegras têm obrigação de querer a assepsia no partido", criticou.

Refinaria

Aguiar citou casos em que o PT é denunciado como participante de ações investigadas pela Justiça, como a compra da refinaria de Pasadena, no Texas, e o processo do Mensalão. Conforme Ely, "os escândalos são quase intermináveis", em que "bilhões e bilhões foram roubados dos cofres públicos para atender a interesses de petistas e empresários ligados a esquemas ilegais".

Segundo o deputado, por menos do que tem sido feito pelo Partido dos Trabalhadores, o ex-presidente da República Fernando Collor foi destituído de seu cargo. Ele ressaltou que a imprensa teve acesso à parte do depoimento do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, em que ele delatou que o PT recebia propina para financiar campanha de vários políticos no Brasil, assim como o PMDB e o PP.

O ex-diretor da estatal apontou PT, PP e PMDB como legendas que receberam propina para financiamento de campanha em 2010, destacando que os petistas ficavam com 3% do que era repassado por meio de atos ilícitos em contratos com empresas em todo o País. "Eu já vejo petista rindo, como se isso fosse algo insignificante. O País tem programas sociais? Tem, mas também aconteceram vários escândalos. A roubalheira é grande, de fazer nojo", disparou o parlamentar.

Refinaria

O deputado Professor Pinheiro respondeu as declarações do colega (leia matéria ao lado). "Não queira defender roubalheira. Por isso que vossa excelência não foi reeleito, porque fica defendendo roubalheira. Meu partido é nanico, bem pequenininho, mas ninguém faz parte desta esculhambação de vocês", completou Ely.

Ele disse que é "independente" e que vai manter a postura na próxima gestão estadual, independentemente de o governador ser Camilo Santana (PT) ou Eunício Oliveira (PMDB). "Esse caso do PT precisa ser esclarecido e os nomes, revelados. Questione essas pessoas filiadas ao partido que procederam dessa maneira. O próprio Lula da Silva chamou um grupo de petistas de aloprados", apontou.

Fonte: Diário do Nordeste
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook