contador de visitas para blog
Loading...

terça-feira, 2 de setembro de 2014

"Não tenho culpa da década perdida no estado. Não é fácil mudar oligarquias por governos democráticos. Isso leva tempo, mas estamos avançados. Todos os indicadores estão avançado. Esse é o nosso grande debate", declarou Ricardo Coutinho, candidato a governador da Paraíba. A afirmação foi feita pelo candidato do PSB no quinto dia da série de entrevistas que o G1 promove com todos os que disputam o governo paraibano nas eleições de outubro de 2014.
Em 15 minutos de entrevista, o candidato do PSB falou sobre remuneração dos magistérios, problemas com macas no Hospital de Trauma de João Pessoa, contratação de funcionários por concurso público e, por fim, também comentou propostas para a Segurança Pública.
"A nossa intenção é convocar incialmente as 600 pessoas aprovadas no último concurso da Polícia Militar. Contratamos cerca de 11 mil pessoas nesses quatro anos. Bloqueei cerca de 30% dos cargos comissionados, mas precisamos respeitar as lei de responsabilidade fiscal. Por isso não podemos trocar todos os comissionados e colocar concursados, pois caso contrário, teríamos cerca de 65% do orçamento apenas para folha", comentou.
Ricardo Coutinho ainda respondeu perguntas enviadas por internautas pelas redes sociais e pela ferramenta VC no G1. Em uma das perguntas enviadas, o candidato à reeleição comentou que pretende dobrar o piso do magistério do estado. "Eu considero que o salário de hoje seja baixo. Por isso que quero dobrar o piso do magistério. Criamos o 14º e o 15º salários. Não pude aumentar o piso para um valor justo porque peguei o estado com o orçamento comprometido. Tínhamos mais de 50% da receita comprometida com o pessoal", arrematou.
Mais cedo, em entrevista de seis minutos ao telejornal JPB 2ª Edição, exibido em rede pelas TVs Paraíba e Cabo Branco, afiliadas da Rede Globo, Ricardo respondeu às perguntas feitas pelos apresentadores Edilane Araújo e Carlos Siqueira. No programa, o candidato comentou sua aliança com vários partidos ao longo da carreira política, rebateu os problemas de gestão na saúde e o índice de rejeição em pesquisas passadas.
No sábado (23) o candidato do PSTU, Antônio Radical, será o entrevistado do dia, encerrado assim a série de entrevistas do G1 com todos os candidatos ao governo da Paraíba. O internauta ainda pode mandar perguntas para o candidato pelo VC no G1. Confira abaixo o calendário de entrevistas na semana.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook