contador de visitas para blog
Loading...

sábado, 30 de agosto de 2014

Em queda nas pesquisas de intenção de voto, a presidente Dilma Rousseff dá início neste sábado a uma tentativa do PT de recuperar o terreno perdido para a candidata do PSB, Marina Silva, na disputa eleitoral. Os petistas retomam nesta manhã, no interior de São Paulo, as caravanas do partido com o objetivo de atingir, no final de semana, cidades com até 30 mil eleitores. Em Jales, Dilma deve, também, se encontrar com o bispo Dom Demétrio Valentini, da Diocese da cidade.

Membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, do governo federal, Dom Demétrio foi defensor de Dilma na campanha que a elegeu em 2010, quando setores da Igreja Católica passaram a pedir votos contra ela por conta de suas supostas posições a respeito do aborto.

As “caravanas da cidadania” foram criadas pelo então candidato a presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda nos anos 90. O modelo foi retomado na campanha à reeleição em 2006 e, agora, retorna no momento mais difícil da campanha de Dilma. De acordo com o Datafolha divulgado ontem, a petista está empatada com Marina, com 34 pontos, e perderia para a adversária no segundo turno por dez pontos de diferença.

Segundo o coordenador das caravanas, Romênio Pereira, a ideia é percorrer os municípios com até 30 mil eleitores para divulgar programas do governo que influem nessas regiões. Dilma estará pela manhã em Jales para um encontro com prefeitos e políticos do PMDB. Ao chegar na cidade, deverá ser recebida pela caravana dos petistas de 52 municípios próximos.

— Vamos começar as caravanas neste sábado e domingo. São atividades nos 27 estados, como carreatas e caminhadas. As caravanas vão partir de 400 cidades polo para chegar aos municípios com até 30 mil eleitores. São 4814 municípios, que reúnem 33% do eleitorado — explica Romênio.

Se de um lado os petistas preparam uma recepção para Dilma no aeroporto de Jales, o candidato do PMDB ao governo do estado, Paulo Skaf, tenta dar um jeitinho para escapar do encontro com ela no evento do partido, organizado pelo vice-presidente Michel Temer. A participação de Dilma está programada para as 10h, e Skaf disse que vai “dar uma passadinha” no evento às 9h. O candidato tem se recusado a fazer campanha com a presidente.

Pouco antes das 9h30, Skaf já havia chegado a Jales, de avião, acompanhado pelo ex-governador de São Paulo Luiz Antônio Fleury, um dos coordenadores de campanha do PMDB.

Segundo Antônio Carlos Nogueira, o Cacaio, coordenador regional do PT, a caravana deve seguir para o encontro do PMDB, que será realizado em um clube da cidade. para acompanhar a presidente. Dilma segue para lá depois de visitar Dom Demétrio. Segundo dirigentes do partido, foi a própria presidente quem quis o encontro com o religioso. Nessas eleições, Dom Demétrio ainda não fez nenhuma menção pública em Jales de apoio à presidência.

Fonte: O Globo.com
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook