contador de visitas para blog
Loading...

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Mahmud Juma Pineda, de 40 anos, é um ex-policial que entrou para a corporação policial de Porto Rico em 1994 e acabou sendo preso após se envolver com o tráfico de drogas. Hoje, após cumprir sua pena, ele afirma ter tido sua honra restaurada por Deus, após se converter ao evangelho.
Pineda foi um agente exemplar da corporação e chegou a ser premiado como policial do ano em 1995, 1996 e 1997. Ele também recebeu prêmios do Superintendente da Polícia de Porto Rico na época e ex-governador Pedro Rossello. Porém, em 2002, foi seduzido pelo dinheiro e se envolveu em um esquema que terminou com sua prisão.
Ele aceitou o suborno de US$ 5.000 para, junto com outras pessoas, escoltar um carregamento de 10 quilos de cocaína. Porém, seu “contato” com o grupo de traficantes era um agente disfarçado do FBI e Juma Pineda foi preso e condenado a 10 anos em uma prisão federal nos Estados Unidos.
Pineda conta que foi preso poucos meses depois da operação, e que a operação que culminou em sua prisão foi chamada pelas autoridades federais de “honra perdida” e resultou em 29 policiais presos.
- Toda ação tem uma consequência, e nesta vida não há nada que permanece oculto – afirma o ex-agente, que no início pensou que sua prisão era uma piada, porque a prisão aconteceu durante um workshop que envolvia a simulação de uma prisão e quem o prendeu tinha trabalhado com ele na Unidade de Saturação.
- Quando eu percebi que estavam falando sério, meu mundo caiu. Eu, um policial tão reconhecido, havia sido preso por um caso relacionado com drogas – relatou.
Separado de sua então esposa, de seu filho de cinco anos de idade e de sua mãe, Juma Pineda sofreu com o exílio e solidão em uma prisão, onde ele mantido na máxima segurança para proteger a sua vida, pois havia ali muitos dos criminosos que ajudou a prender.
Porém, na mesma prisão onde testemunhou atos terríveis de violência e abuso por parte de alguns presos com outros detentos, o ex-policial encontrou o caminho para a restauração da sua honra.
- Todas estas coisas me fizeram refletir sobre o que é verdadeiramente valioso na vida. Dei meu coração ao Senhor e quando voltei para Porto Rico em liberdade condicional em 2010, eu fiz um compromisso de servir como um cristão – conta Pineda.
Segundo o Protestante Digital, Deus permitiu que Pineda recuperasse o relacionamento com seu filho e que ele se tornasse um motivador para os jovens. Através do ministério Trombetas de Deus, ele tem compartilhado seu testemunho em igrejas, escolas, centros de reabilitação, centros comunitários e em um programa de rádio.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook