contador de visitas para blog
Loading...

sábado, 1 de março de 2014

Com a consultoria de empresa internacional, grupos de técnicos cearenses apresentam os primeiros projetos

O prefeito Roberto Cláudio vai abrir, nos próximos dias, uma sessão pública para anunciar as primeiras intervenções no sentido de enfrentar um dos principais problemas da cidade, o da mobilidade. Um grupo de 12 cearenses, especialistas em diversas áreas, responsável pelo Plano de Ações Imediatas em Transporte e Trânsito de Fortaleza (Paitt), contando com a consultoria da empresa americana Mckinsey & Company, já tem pronto o projeto de seis ações de curto prazo, incluindo alterações na circulação de veículos, regulamentação de estacionamentos, requalificação de passeios e melhoria da iluminação pública, dentre outras.
Já no mês de maio, com a implantação das mudanças iniciais, agora, sem a necessidade de edificações, os técnicos esperam ter uma melhora de aproximadamente 30% na fluidez do tráfego e de facilidades para o caminhar das pessoas. A área considerada nobre da Capital, onde um terço das pessoas que nela moram ou trabalham são usuárias do transporte público, será a primeira a experimentar as alterações, vindo o Centro e os bairros mais distantes logo no segundo momento. Todos os órgãos da Prefeitura estarão integrados no projeto, de modo a evitar serviços concorrentes prejudiciais à eficiência do projeto.
A médio e longo prazos serão estudadas e discutidas outras soluções, como fizeram grandes cidades no mundo, tendo como foco, porém, as peculiaridades locais e o interesse da população, chamada a discutir, no momento certo, quando alterações que venham a ser consideradas importantes já estiverem em condições de ser implementadas.
Dificuldades
Com números oficiais em mãos sobre resultados de três importantes áreas da administração municipal, das mais questionadas no curso da campanha eleitoral de 2012, o prefeito Roberto Cláudio, sem afetação, fala dos resultados do seu Governo, no sofrido primeiro ano, em razão das dificuldades encontradas, sobretudo nas finanças e na desordem da máquina, agora já superadas, senão de todo, mas o suficiente para permitir avanços perceptíveis pelos fortalezenses.
O crescimento do número de matrículas nas escolas municipais, neste ano, está sendo avaliado pelo próprio prefeito, apoiado em informações colhidas diretamente com pais de estudantes, como uma das primeiras consequências da mudança no modelo gerencial do Executivo municipal, levando confiança à população que precisa da escola e dela estava afastada em razão da inconstância dos serviços prestados, seja pela falta de aulas, por essa ou aquela motivação, ou, ainda, da discutível qualidade do ensino ofertado, obrigando a famílias pobres da periferia a pagar, com imensa dificuldade, uma escola particular, mesmo de qualidade duvidosa, mas regular, suficiente para evitar que seus filhos ficassem perambulando pelas ruas.
Analisando relatórios periódicos e fazendo cobranças em reuniões permanentes com o corpo auxiliar, às terças-feiras é com o pessoal da Saúde, Roberto Cláudio armazena dados diários dos atendimentos nas duas dezenas de postos de saúde recuperados.
O Bilhete Único, hoje utilizado por um expressivo número de usuários do transporte público, ainda recebendo adesões, sem ter sofrido atropelos, continua a merecer atenção especial do prefeito, e por isso é uma bandeira mantida hasteada, representando um marco da nova ordem administrativa, também pela sua função econômica e social.

Edison Silva
Editor de política

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook