contador de visitas para blog
Loading...

segunda-feira, 31 de março de 2014

Um ano após a morte de Maria Cândida Carvalho Portinari, de 16 anos, a Polícia Civil indiciou por homicídio culposo (sem intenção) João Alves de Souza, de 65 anos. De acordo com informações da Delegacia da Gávea (15ª DP), o pedreiro errou na reforma do banheiro e provocou a morte da jovem por sufocamento.
Não havia abertura para ventilação na porta do banheiro e a chaminé foi construída com forro de gesso, impossibilitando a exaustão dos gases. Maria Cândida, que era neta do pintor Cândido Portinari, desmaiou com o cheiro do gás e se afogou na banheira.
Segundo as investigações, João Alves de Souza agiu com “violação do dever objetivo de cuidado, causando resultado involuntário”. O inquérito seguirá agora para a 15ª Promotoria de Investigações Penais do Ministério Público.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook