contador de visitas para blog
Loading...

sábado, 15 de março de 2014

Um homem apontado como um dos chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC), no Ceará, foi preso, na manhã de ontem, em Fortaleza, por equipes da Polícia Civil, de acordo com informações da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), que deu apoio à operação 'Famae 40'. O integrante da facção criminosa paulista que age de dentro de presídios, Roberto Araújo Cavalcante, o 'Escorpião', era procurado no Ceará pelo crime de tráfico de drogas.
Segundo o processo que 'Escorpião' respondia na 3ª Vara de Execução Penal de Fortaleza, no dia 18 de dezembro de 2013, ele recebeu do juiz que analisava o caso o benefício da progressão de regime fechado para o semiaberto. Menos de um mês depois, no dia 10 de janeiro de 2014, ele foi autorizado a realizar trabalhos externos, mediante monitoramento eletrônico.
Graças à tornozeleira eletrônica que usava, o paradeiro dele foi descoberto, ontem. Segundo a Sejus, deste vez a suspeita que recai sobre Roberto Cavalcante é de tráfico de drogas. Por força de um mandado de prisão em aberto, ele teria sido preso, em sua residência.
Após a captura, o suposto traficante foi levado para a sede da Delegacia de Narcóticos (Denarc), escoltado pelo Grupo de Custódia da Sejus, conforme informações repassadas, em nota, pela Sejus. A Polícia Civil confirmou que a operação existiu, mas não se pronunciou a respeito, alegando que a ação ainda não foi concluída e a divulgação dos resultados preliminares poderia prejudicar o andamento dos trabalhos. A assessoria de imprensa da instituição informou ainda, que irá se pronunciar na próxima segunda-feira, dia 17, em um entrevista coletiva para os veículos de imprensa.
Outras prisões
Além do suposto integrante do PCC, outras dezessete pessoas teriam sido presas, em consequência da Operação 'Famae 40' e seus desdobramentos, conforme apurou a reportagem. Somente durante o dia de ontem teriam sido efetuadas 11 destas 18 prisões.
Segundo a Sejus, a operação visava cumprir 40 mandados de prisão. As ordens judiciais estavam relacionadas ao cometimento de crimes de tráfico, assaltos e homicídios e estariam sendo cumpridas em Fortaleza e na região metropolitana, principalmente em Maracanaú.
Equipes da Delegacia de Narcóticos (Denarc), da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), da Delegacia Metropolitana de Maracanaú (DMM) e do Grupo de Apoio Penitenciário (GAP) teriam participado da 'Famae 40'.
Fora as prisões, foram cumpridos mandados de busca e apreensão. Uma das pessoas capturadas, foi flagrada com vasta quantidade de drogas.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook