contador de visitas para blog
Loading...

segunda-feira, 27 de outubro de 2014


Candidato derrotado na disputa ao Governo do Estado, o senador Eunício Oliveira (PMDB) declarou, ontem, após o resultado do segundo turno, ser grato aos mais de 2 milhões de eleitores que depositaram o voto nele e disse respeitar a decisão dos cearenses que optaram por Camilo Santana (PT), desejando boa sorte ao governador eleito. Eunício recebeu 2.113.940, o que representa 46,65% dos sufrágios.

"Eu quero agradecer aos mais de dois milhões de cearenses que foram às urnas e sufragaram o nosso nome. A essa multidão de cearenses o meu agradecimento de coração e aos outros cearenses que fizeram uma outra opção, eu espero que tenham feito livremente". Eunício destacou respeitar a decisão dos cearenses, expressada nas urnas que estariam ansiosos por momentos importantes.

Acompanhado de familiares, lideranças políticas e apoiadores, Eunício concedeu coletiva de imprensa em seu escritório, onde diversos aliados deram apoio a ele e aos familiares. Entre os presentes, os deputados Danniel Oliveira (PMDB), Idemá Citó (DEM), o vereador e deputado eleito Walter Cavalcante (PMDB), Gaudêncio Lucena (PMDB) e o suplente de senador Chiquinho Feitosa (DEM). O vice Roberto Pessoa (PR) e o senador eleito Tasso Jereissati (PSDB) não estavam presentes.

Polêmicas

O candidato evitou falar sobre polêmicas envolvendo a eleição, como suposta compra de votos que poderiam ter ocorrido no pleito. Quanto ao seu posicionamento em relação ao próximo Governo do Estado, Eunício afirmou que continuará apoiando a presidente reeleita, Dilma Rousseff (PT), mas não respondeu como se posicionará no próximo ano no Estado.

"Eu vou continuar apoiando o Governo da presidente Dilma, no qual, no meu partido, eu sou líder nacional. Volto para o Senado para continuar me dedicando e trabalhando muito pelo povo do Ceará. Ao governador eleito, eu desejo sorte e que ele realize os sonhos do povo cearense".

"A lição é de alegria, de receber nas ruas tanto abraço e carinho, o aplauso de mais de 2 milhões de cearenses na sua generosidade, o momento é de gratidão", complementou o senador. Questionado se pretende concorrer em 2018 ao Governo do Estado, ele desconversou. "Como diria a minha mulher, o futuro a Deus pertence", disse.

O peemedebista salientou que voltará ao Senado para continuar trabalhando firme. "O Senado era de muita luta como sempre foi, eu sou líder nacional do PMDB, do bloco da maioria do Senado Federal e vou continuar trabalhando pelo Brasil e ajudar a presidente Dilma a governar". Sobre o companheiro de chapa Tasso Jereissati, Eunício Oliveira afirmou que trabalhará junto ao tucano para concretizar ações para o Ceará.

Fonte: Diário do Nordeste
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook