contador de visitas para blog
Loading...

segunda-feira, 6 de outubro de 2014


O plantão na Superintendência Regional da Polícia Federal (PF) foi movimentado, durante o dia de ontem, enquanto durou a votação do 1º Turno das Eleições 2014. Responsável por lavrar todos os procedimentos referentes a crimes eleitorais, a Instituição divulgou um balanço parcial - até as 18 horas - contabilizando 10 prisões, em flagrante, pelos crime de corrupção eleitoral, transporte irregular de eleitores e desacato, em todo o Ceará.

No mesmo período foram registrados, ainda, 30 Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) pelos crimes de propaganda irregular e boca de urna. Além disso, sete mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Eleitoral, foram cumpridos em comitês e locais em que houve suspeita de compra de votos. Os nomes dos envolvidos nos procedimentos não foram revelados. O balanço definitivo das ocorrências registradas na PF e nas delegacias de Polícia Civil, no Interior do Estado, serão divulgados somente hoje.

Uma servidora do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que preferiu não se identificar, disse que os Cartórios Eleitorais da Capital e do Interior receberam muitas denúncias que demandaram a presença de policiais. No entanto, os resultados destas ainda não estavam contabilizados e não se sabia quantos terminaram em prisões. "Não foi um pleito calmo. O acirramento foi muito grande em todo o Ceará. Foram muitos registros de tumultos", declarou.

Diversas abordagens foram feitas por viaturas da PM que estavam nas ruas coibindo a prática de delitos que pudessem atrapalhar o andamento da votação. Somente até às 11 horas, a reportagem contabilizou mais de 50 pessoas sendo conduzidas à sede da PF para averiguação.

No período da tarde, uma patrulha da Cavalaria da PM conduziu até o prédio da Polícia duas mulheres que foram flagradas com dinheiro e material de campanha nas proximidades de um colégio, que funcionava como local de votação, na Avenida Edilson Brasil Soares, no bairro Edson Queiroz. Milhares de ´santinhos´ de candidatos, bandeiras e outros materiais de campanha foram apreendidos pela PM.

Vereador

Por volta de 14 horas, o vereador de Fortaleza, Carlos Mesquita, foi detido e chegou à PF em uma viatura. Segundo informações dos PMs que fizeram a condução, o peemedebista teria sido flagrado fazendo boca de urna. O edil defendeu-se dizendo que estava somente próximo ao local onde o crime acontecia e acabou sendo conduzido junto dos supostos infratores. O resultado da operação não foi divulgado.

Outro caso incluiu um homem, apontado como ex-vereador do município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Ele foi detido em flagrante por volta das 10 horas, suspeito de compra de voto. Com ele, os policiais militares apreenderam R$ 900, além de ´santinhos´ de um candidato. Até meio-dia, os delegados da PF ainda não sabiam em que artigo enquadrariam a pessoa detida. A identidade do suspeito do delito não foi relevada.

Fonte: Diário do Nordeste
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Postagens populares

Tecnologia do Blogger.

Siga Noticia Atual Por Email

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Popular Posts

Curtam Nossa Pagina no Facebook